Subscribe Now

Trending News

Guia completo para garantir a segurança comercial
Tecnologia

Guia completo para garantir a segurança comercial

Independentemente do ramo de atuação, o comércio é um dos principais alvos de ataques por parte dos criminosos. Em ações ousadas e muito rápidas, inclusive com o uso de carros para estourar portas por meio de fortes impactos à marcha ré, os bandidos estão causando não só pânico como prejuízos incalculáveis.

Diante de uma realidade em que as autoridades públicas já não dão mais conta frente a grande demanda de problemas, o investimento em segurança comercial tornou-se tão fundamental como a aplicação de práticas de gestão.

Dessa maneira, é preciso adotar atitudes preventivas para dificultar a vida dos criminosos, principalmente com foco na segurança dos seus colaboradores, clientes, fornecedores e, claro, do caixa da empresa.

Como a violência é um problema endêmico no Brasil, que cresce a cada dia, nada melhor do que contar com o auxílio da tecnologia e também de medidas que contribuem com o bem-estar de quem está dentro do seu estabelecimento. Afinal, a segurança deve ser sempre uma prioridade, ponto que está nitidamente ligado com o aumento das vendas e fidelização dos clientes.

Para você manter o seu comércio sempre seguro, elaboramos este guia com as principais informações sobre atitudes que diminuem os casos de assaltos, furtos ou perdas de materiais por conta de ações ilícitas por parte de funcionários mal intencionados. Portanto, venha com a gente e faça com que seu negócio prospere cada vez mais!

Instale câmeras de segurança

Atualmente, a instalação de câmeras tornou-se indispensável na segurança comercial. Muito além de apenas inibir a ação de bandidos, o investimento contribui para evitar perdas de produtos em razão de furtos, seja por parte de clientes, seja de colaboradores.

A dica é fazer um estudo minucioso do seu estabelecimento para analisar os locais mais vulneráveis, possíveis pontos cegos, a quantidade de câmeras necessárias, tipos de lentes e também do sistema.

Isso porque as câmeras podem ser a cabo ou IP. Enquanto a primeira opção envia as imagens para um HD ou DVD, as online fazem transmissões em tempo real por meio da internet, ou seja, você conseguirá observar o seu comércio de qualquer lugar do mundo, tendo em vista que tudo poderá ser acessado pelos dispositivos móveis, como smartphones ou tablets.

As câmeras são bem úteis pelo fato de inibirem a ação de criminosos. A partir do momento em que alguém planeja um furto ou roubo e percebe a existência dos equipamentos, certamente haverá uma preocupação a mais.

Fora isso, é possível observar a produtividade dos colaboradores, se existem pessoas perdendo tempo ou com atitudes suspeitas. As câmeras também auxiliam na segurança noturna, horário em que muitos bandidos agem.

Coletando imagens tanto do lado interno quanto externo, atualmente existem tecnologias que possibilitam a gravação das imagens mesmo em ambientes escuros.

Assim, sendo acionadas por infravermelho ou sensores, elas captam até imagens coloridas, auxiliando na identificação dos bandidos. Trata-se de um excelente recurso na segurança comercial que não pode ficar de fora do seu estabelecimento.

Além das câmeras tradicionais, você também pode optar pelo Circuito Fechado de TV (CFTV), um monitoramento por vídeo que emite alarmes para uma central caso algo fora da normalidade aconteça.

Dessa forma, principalmente após o término do expediente, os criminosos podem ser pegos de surpresa, fazendo com que fujam antes de realizarem o roubo da loja.

Para o seu projeto ficar com tudo bem estruturado, busque a orientação de profissionais especializados, principalmente na hora de definir o número de câmeras, os tipos de lentes e os locais de instalação.

Inclusive, é possível inserir microcâmeras em pontos do seu comércio que necessitam de uma vigilância mais detalhada, como no estoque, por exemplo.

Invista no treinamento dos funcionários

Apesar de a tecnologia ser uma parceira extremamente importante na segurança comercial, nada substitui o olhar humano. Sabe quando vem aquela intuição de que determinada pessoa está mal intencionada? Como descobrir isso?

Sabendo que existem análises comportamentais e muitas dicas que previnem furtos e roubos, como olhar no olho do cliente assim em que ele entra na loja, nada melhor do que investir em treinamentos voltados aos colaboradores do seu comércio.

Com capacitações sérias em empresas que entendem do assunto, certamente os seus funcionários estarão muito bem preparados para identificar e agir em momentos de conflitos.

Afinal, em muitos casos, a paciência e o senso comum devem entrar em cena para evitar constrangimentos. Ao participar de cursos e treinamentos específicos, os seus colaboradores evitarão problemas ainda maiores.

Isso porque existem dicas de o que fazer e também sobre ações que devem ser evitadas no momento em que um assalto ou furto estiver em curso. Além das questões repressivas, há ainda as preventivas, ou seja, nada melhor do que o conhecimento para os colaboradores saberem se portar diante de outros seres humanos.

Afinal, os treinamentos fazem com que a pessoa fique mais esperta e também consciente, inclusive tendo bases educacionais para não falar algo em uma hora errada ou desconfiar de uma atitude que parece ser suspeita, mas não é.

Caso não estejam devidamente preparados, os seus colaboradores poderão trazer prejuízos bem altos ao seu estabelecimento. Imagine um funcionário abordando determinado cliente com suspeita de furto sem uma prova evidente e consistente.

A chance de você responder a um processo judicial é bem grande, inclusive com o pagamento de indenizações que podem influenciar negativamente nas contas do mês.

Portanto, saiba que o investimento em cursos de segurança e de como se portar no atendimento aos clientes tem retorno garantido, fazendo com que a sua equipe esteja devidamente preparada para solucionar adversidades.

Além disso, a conscientização vai evitar problemas maiores, como uma morte por disparo de arma de fogo por conta de uma possível reação a um assalto.

Fique atento ao caixa

O controle do fluxo de caixa é uma questão de segurança comercial. Como ninguém sabe exatamente o momento em que um bandido agirá, nada melhor do que sempre fazer a sangria dos valores em dinheiro no seu estabelecimento.

Mais uma vez, o treinamento dos colaboradores é fundamental para organizar adequadamente o setor. Inclusive, os caixas devem sempre ser vigiados por câmeras que assegurem que tudo está sendo devidamente gravado tanto em questão à prevenção de furtos e roubos quanto para inibir atitudes ilícitas de funcionários mal intencionados.

A orientação primordial é o seu comércio realizar uma gestão do que entra e sai por meio de relatórios que devem ser preenchidos a cada venda. Um software específico pode ser uma boa alternativa para agilizar o processo, melhorando a produtividade.

Assim, ao atingir determinado valor, o colaborador deve estar ciente de que necessita chamar o responsável para retirar o dinheiro vivo do caixa, evitando que uma possível ação leve altos valores do seu estabelecimento.

Outra dica primordial é fazer depósitos diários em seu banco para evitar que as quantias em dinheiro fiquem paradas dentro da empresa. Afinal, o foco precisa sair do seu comércio, tendo em vista que é o lugar que recebe a maior atenção por parte dos meliantes.

Além disso, na hora de ir fazer o depósito, é necessário tomar medidas preventivas, como andar por itinerários diferentes, contar com uma pessoa de confiança na retaguarda e sempre ficar de olho na movimentação externa.

Evite ainda transitar pela rua com muito dinheiro no bolso ou em pacotes para depósito. Caso tenha que estacionar o carro perto do banco, escolha sempre locais com grande fluxo de pessoas, perto de pontos comerciais ou opte por estacionamentos privados.

Afinal, uma das principais perdas de comerciantes é justamente o dinheiro do caixa, sendo um prejuízo que traz danos ao orçamento e também aos compromissos mensais, de contas a pagamentos de colaboradores e fornecedores.

Invista em alarmes

Os alarmes são essenciais para manter a segurança comercial em seu negócio. Com vários tipos no mercado, eles são acionados por meio de sensores e auxiliam na prevenção dos roubos e furtos.

Atualmente, existem muitos modelos, como sirene, botão de pânico, controle remoto, bateria, fonte de alimentação ou ligados a uma central de ocorrências.

No caso do comércio, o alarme disparado por um botão é muito útil, pois ele emite uma mensagem diretamente para uma central de monitoramento.

A dica é instalar o botão em um local de fácil acesso e que não esteja na vista de quem entra na loja. Um exemplo é do lado de dentro do balcão ou embaixo do caixa. Assim, caso um ladrão anuncie o roubo, o seu funcionário poderá apertá-lo sem demonstrar o que está fazendo, desde que aja com muita delicadeza.

Dessa maneira, a central vai acionar a polícia, que se deslocará rapidamente até o seu endereço, podendo, inclusive, frustrar a ação dos criminosos, realizando prisões em flagrante.

Outro tipo que auxilia no comércio é o alarme por sirene, principalmente para ser utilizado nos horários fora do expediente. Com ele, caso um bandido invada o seu estabelecimento, a sirene será disparada, fazendo com que a ação seja cancelada na hora.

Tenha sensores infravermelhos

Os sensores detectam tanto o calor humano quanto danos às estruturas, como portas de ferro, janelas ou cortes de grades.

Você também pode utilizar sensores de barreira em determinadas áreas do seu ponto comercial, reduzindo custos. Eles são uma espécie de cerca com raios infravermelhos invisíveis que detectam a presença humana.

Os aparelhos têm um transmissor e receptor que criam uma verdadeira barreira contra invasores, ou seja, quando alguém ultrapassa o local protegido, um alarme é disparado na hora, inibindo a concretização do crime.

Dentro dos vários modelos existentes, você pode escolher os com um feixe, dois ou múltiplos, de acordo com a necessidade do seu estabelecimento comercial.

Mais uma vez, um estudo do local é necessário para que a instalação tenha bons resultados. Você precisará de uma bateria de 12V e uma fonte de alimentação para evitar possíveis disparos em momentos incorretos.

O modelo é uma alternativa no lugar de cercas elétricas ou de vigilantes, reduzindo consideravelmente os custos operacionais quanto à segurança.

Outro ponto favorável é que os sensores de barreira têm um valor de aquisição menor em comparação a outros equipamentos de segurança comercial, ou seja, pode ser uma boa escolha para lojas, supermercados, oficinas, entre outros.

Instale lâmpadas LED automatizadas

Como vários pontos comerciais ficam mal iluminados à noite, a instalação de lâmpadas LED automatizadas pode ser útil para prevenir muitos transtornos. Além da questão da segurança comercial, você poderá evitar que moradores de rua durmam em frente ao seu estabelecimento.

Isso porque as lâmpadas podem ser programadas para acender de acordo com o movimento humano ou por meio de horários preestabelecidos. Elas também são acionadas com o término da luz solar, sendo bem úteis inclusive para economizar o consumo de energia elétrica.

Refletores também podem ser inseridos na parte externa do seu estabelecimento, com o objetivo de evitar ações criminosas e até mesmo atos de vandalismo, como possíveis pichações.

Contrate serviços de segurança privada

A contratação de seguranças privados é uma boa forma de inibir furtos e roubos, principalmente em épocas de maior movimento no comércio.

Os seguranças são um complemento aos equipamentos tecnológicos, ficando sempre em locais de boa visualização para analisarem todos os passos dos clientes.

Inclusive, empresas especializadas em segurança privada podem fazer rondas noturnas e ainda alocar um profissional no interior do seu estabelecimento quando as portas estiverem fechadas, sendo um recurso a mais para manter os bandidos afastados.

Diante das inúmeras perdas financeiras e materiais que os furtos e roubos ocasionam, o investimento é uma alternativa viável em muitos casos.

A dica, nesse caso, é sempre procurar por empresas que são autorizadas pela Polícia Federal e que contem com profissionais altamente capacitados para lidar não só com as situações adversas como também com os seus consumidores. Isso porque muita gente solicita informações e precisa ser bem atendida e orientada com qualidade.

Caso contrário, o seu negócio pode sofrer um efeito inverso, com problemas de relacionamento que afetam as vendas e a credibilidade junto ao mercado consumidor. Portanto, prive por empresas de segurança comercial que sejam idôneas e com experiência comprovada no ramo.

Não compartilhe informações sigilosas

Um dos problemas que vários comerciantes sofrem é ser vítimas de assaltos após compartilharem informações sigilosas com várias pessoas ou com alguém que aparentava ser confiável, mas que não era.

Ciente de que é uma atitude muito arriscada, não fale para ninguém o quanto entra no seu caixa diariamente, qual é o valor da receita bruta e líquida do seu negócio, os valores dos seus patrimônios, entre outras informações sigilosas.

Inclusive, desconfie até mesmo de parentes, como irmãos, sobrinhos, cunhados, enfim, as pessoas podem ter ideias insanas e muitos casos de roubos acontecem após a transmissão de importantes dados por meio de pessoas próximas ao dono do estabelecimento.

Diante de um mercado altamente competitivo e de interesses variados por parte dos cidadãos, a melhor orientação é você confiar em si mesmo e não compartilhar informações sigilosas.

Nesse quesito, tenha muito cuidado com as redes sociais, pois inúmeros criminosos monitoram as postagens de vítimas potenciais para conhecerem suas rotinas e rendimentos.

Portanto, evite postar fotos públicas com imagens de viagens, de carros importados, do estoque da sua empresa, ou seja, prive pela cautela.

Para manter as informações sempre em boas mãos, é importante a instalação de um software de gestão integrada, com acesso apenas para quem tem as respectivas senhas.

Faça uma minuciosa seleção dos profissionais que poderão inserir e analisar os dados, mas mantenha documentos dos seus bens sempre guardados em bancos ou cofres da família.

A dica também vale para possíveis expansões ou compra de novos equipamentos. Evite falar de valores com colaboradores, pois pessoas mal intencionadas podem orientar bandidos a focar ações criminosas no seu negócio. Por isso, o silêncio é a melhor alternativa.

Tenha cuidado ao receber entregas

O estoque de uma empresa é sempre visado por bandidos, principalmente quando são comercializados produtos eletroeletrônicos ou de alto valor de mercado, com saída fácil e interesse por parte dos receptadores, como celulares.

Ciente disso, nunca descuide do momento de recebimento de entregas pelo seu comércio. Faça treinamentos dos funcionários voltados exclusivamente ao momento de recebimento, com esquemas que impeçam a entrada de estranhos.

Instale também câmeras nas áreas externa e interna do seu estoque e mantenha sempre a atenção na movimentação ao redor.

Outro ponto é criar um sistema de logística que contribua com a otimização do tempo, evitando exposições por longos períodos. Por isso, a rapidez deve ser priorizada tanto quanto a segurança dos produtos e dos funcionários, seja da sua empresa, seja dos fornecedores.

O estoque também deve ser muito bem controlado para evitar perdas de materiais por vencimento ou desvios por parte de funcionários desonestos. Além de um software de gestão, as câmeras são essenciais no devido controle do que entra e sai.

Invista na infraestrutura da segurança comercial

Um bom gestor fica de olho em todas as movimentações dentro do estabelecimento comercial. Para isso, além de investir nos equipamentos citados neste post, é preciso construir uma estrutura favorável.

Opte por vidros que possibilitem enxergar de dentro da sua sala todos os lados da loja, inclusive os caixas. É importante ainda sempre visualizar as imagens das câmeras, principalmente analisando o que acontece no exterior do ponto comercial.

Afinal, muitas vezes é possível identificar uma pessoa suspeita que esteja rondando a sua loja por dias, sendo uma forma de prevenir algum roubo ou furto.

A distribuição dos produtos também deve seguir uma ordem que valorize determinados pontos de exposição, deixando os mais vulneráveis a furtos sempre com uma atenção redobrada no quesito segurança comercial.

Inclusive, é preciso ter cuidados com a fachada, pois estabelecimentos comerciais com muita poluição visual podem ajudar os bandidos a agir. Isso porque manequins, faixas e banners podem atrapalhar a visão referente ao que está acontecendo dentro da loja.

Portanto, opte sempre por projetos clean, deixando espaço para uma visualização adequada tanto de dentro para fora quanto de fora para dentro.

Conheça os riscos do seu negócio

Sabendo que alguns produtos são mais fáceis de serem levados por pessoas que praticam furtos, como roupas, perfumes, celulares, hidratantes, entre outros, faça um estudo para traçar pontos de venda que estejam sempre bem monitorados, principalmente em relação aos materiais mais cobiçados.

Afinal, itens menores e com facilidade para carregar geralmente estão no foco dos ladrões. Por isso, crie um plano de ação que valorize essas informações.

Ao conhecer os riscos, você será capaz de criar estratégias mais eficazes de combate aos criminosos, sempre privando pela segurança dos seus clientes, funcionários e fornecedores.

Descubra as vantagens de investir em segurança comercial

Além do aspecto óbvio de evitar furtos e roubos, a segurança comercial toca justamente em um ponto que contribui com o aumento das vendas: a satisfação dos clientes.

Afinal, um consumidor que sabe que está bem amparado em determinado estabelecimento certamente vai ficar mais seguro no momento da compra, deixando de lado a preocupação que pode influenciar negativamente na experiência dentro da loja.

Assim, aumenta a credibilidade da marca e o marketing boca a boca cresce exponencialmente, trazendo excelentes resultados em curto, médio e longo prazo. Além disso, podemos citar a fidelização como outra vantagem da segurança comercial.

Com os consumidores mais satisfeitos, o seu estabelecimento também poderá investir em outras melhorias, como diversidade dos produtos, atendimento personalizado, campanhas de marketing, entre outros.

Isso porque a sensação de segurança contribui com a motivação, fazendo com que os colaboradores trabalhem com mais dedicação e também com foco na busca pelas metas preestabelecidas.

Outro ponto favorável é a otimização do tempo, a redução dos custos operacionais e o aumento da produtividade. Com a tecnologia, os processos ficam bem mais ágeis e com maiores chances de acertos na tomada de decisões.

Imagine, por exemplo, você pagar dez seguranças para cada um ficar de olho em um corredor da sua loja. O custo operacional e trabalhista seria bem maior em comparação a dez câmeras, não é verdade?

Portanto, para o seu negócio prosperar cada vez mais, sem os altos e baixos ocasionados pelas ações dos bandidos, invista agora mesmo na segurança comercial, com foco na prevenção de assaltos em lojas, contribuindo positivamente com a melhora no fluxo de trabalho, sem falar no crescimento do faturamento e aumento da competitividade.

E o seu comércio, já está automatizado? Entre em contato com a nossa equipe e conheça as soluções para aumentar a segurança!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *