Subscribe Now

Trending News

No Break: montamos um guia completo para você entender como funciona
Produtos

No Break: montamos um guia completo para você entender como funciona

No Brasil, são muitos os problemas ocasionados pela variação da energia elétrica. Os principais são a interrupção brusca no fornecimento de eletricidade, frequência elétrica instável e os surtos e afundamentos de tensão. Todos essas complicações ocasionam o mal funcionamento e a queima de aparelhos e maquinários conectados à rede, inclusive acarretando a ineficiência dos sistemas de segurança. Para não comprometer esse serviço de proteção, o uso do No Break é indispensável.

Hoje, com o avanço da tecnologia, as propriedades residenciais e comerciais reféns da eletricidade distribuída pela concessionária de energia podem conseguir sua autonomia por meio dos benefícios do No Break, com a garantia que o sistema de proteção não ficará vulnerável. Tudo isso, ainda usufruindo da comodidade de acompanhar de qualquer lugar, pelo celular, os ambientes monitorados.

É o No Break que salvará você, sua família e seus aparelhos da insegurança ocasionada pela falta de energia. Ao entrar e sair da sua residência ou empresa, deve ficar claro que tudo está protegido e que você pode confiar que seus sistemas funcionarão quando realmente precisar deles.

Achou interessante? Acompanhe o texto a seguir e entenda como o No Break pode garantir uma eficiência para o seu sistema de segurança residencial!

O que é No Break

O No break, ou Uninterrupted Power Supply (UPS), que significa fornecimento de energia sem interrupção, é uma tecnologia utilizada em todos os países desenvolvidos. O aparelho, que pode ser de pequeno, médio ou grande porte, é ativado quando ocorre a parada no fornecimento de energia e tem dois objetivos: fazer com que o sistema elétrico da casa não seja interrompido e que você fique protegido o tempo todo.

Esse aparelho foi difundido por seu uso em computadores, já que funciona como se fosse uma bateria independente, ideal para profissionais que precisam de seus dispositivos ligados e com conexão com a internet para longos dias de trabalho, sem o risco de queimar ou suspender o funcionamento. Contudo, o aparelho vai muito além disso.

Segurança. A palavra que melhor define o No Break. O usuário deixa de ser refém da concessionária de energia elétrica e ainda pode ficar tranquilo mesmo naqueles dias em que o clima está com muitos raios e chuva, sabendo que o seu aparelho não corre riscos.

Como funciona um No Break

Antigamente, o uso de No Break era simplesmente para manter a energia por algum pouco tempo, o suficiente para salvar trabalhos em andamento e armazenar as imagens da câmera de segurança e para os aparelhos conectados não sofrerem com a queda brusca de energia.

Hoje em dia, com o avanço da tecnologia, o No Break é peça chave para qualquer sistema de segurança eficiente, preservando o funcionamento de portões eletrônicos, câmeras de segurança e até mesmo de cercas elétricas. O aparelho, além de ter a capacidade de armazenar carga em uma bateria interna, também funciona como um filtro de energia.

O funcionamento do No Break pode variar conforme o tipo e modelo do aparelho, mas geralmente todos são bem simples. A bateria interna é recarregável e sempre que falta energia o equipamento inicia o uso da sua carga. É esse carregador de bateria que fornece uma corrente limpa e contínua. Além disso, regula a voltagem e carga que o dispositivo conectado pode receber.

Eu preciso de um?

Podemos levantar duas hipóteses para saber se precisamos ou não de um No Break.

  • criminalidade cresceu na região e é necessário um sistema de segurança eficiente?
  • há aparelhos em casa que precisam estar em constante funcionamento?

Se para qualquer um desses dois questionamentos a resposta for sim, então você já deveria ter um No Break na sua empresa e principalmente em casa. Lembre-se que os custos da insegurança são incalculáveis.

Desse modo, o No Break não entra nos cálculos de gastos, mas sim de investimentos. Pois, quando o sistema de segurança da empresa ou residência não está operando por falta de eletricidade, que pode ser até mesmo intencional, é o momento ideal para que a criminalidade se faça presente, ocasionando facilidade para furtos, roubos e vandalismo. Afinal, de nada adianta ter várias câmeras, televisores e vigilantes se eles não funcionarem no momento que você, sua família ou empresa mais precisa.

Tipos de No Break

Agora que você já sabe a importância do No Break é hora de decidir qual o modelo mais eficiente para você comprar. Para isso, deve-se levar em consideração as características do produto combinada as suas necessidades particulares.

Encontramos diferentes modelos de No Break no mercado. Suas distinções resultam em uma maior eficiência e rendimento, determinando assim o período de tempo que funcionará sem a necessidade de eletricidade. Por isso, antes da compra, você deve decidir qual aparelho terá o melhor custo-benefício conhecendo suas aplicações e topologias.

Primeiro, cumpre esclarecer que o No Break é dividido em grupos offline e online. No primeiro, podemos fazer uma subdivisão em linha interativa e Stand-By. Enquanto que no segundo grupo, são chamados de dupla conversão. Veja alguns modelos a seguir!

No Break Stand-By

Funciona offline e são considerados os mais básicos modelos de No Break. Apesar disso, conseguem oferecer eficácia ao que se propõe com o menor custo do mercado. É aconselhado para sistemas que não sofrem muitas quedas de energia, pois utiliza a bateria apenas quando há bruscas interrupções no fornecimento, evitando o desligamento repentino e consequentemente impedindo uma possível queima.

A desvantagem encontrada no Stand-By é que ele pode demorar um pouco mais para entender a queda da energia. Por mais que seja apenas por milissegundos, poderá afetar alguma peça do aparelho ou comprometer de alguma forma o sistema.

É um dos modelos mais vendidos e é comum encontrarmos o equipamento em residências e escritórios. É indicado para conectar aparelhos de pequeno porte, como geladeiras, câmeras, televisores e computadores.

No Break Linha interativa

É um modelo considerado intermediário, ou seja, não funciona nem online e nem totalmente offline. Sua principal característica está em ter um regulador automático de voltagem, conseguindo estabilizar a tensão. Isso ocorre porque o inversor permanece ligado constantemente para monitorar a tensão.

Por exemplo, caso ocorra uma queda de energia e a tensão caia em 15%, o No Break irá repor esses mesmos 15%, para que os aparelhos conectados continuem recebendo a tensão correta.

Assim como o No Break Stand-By, a linha interativa não entende imediatamente que a energia foi interrompida e por isso não é indicada para dispositivos sensíveis, já que há um intervalo entre a queda de energia e o funcionamento do aparelho. Ele permanece ligado e utiliza sua bateria de forma mais eficiente e confiável que o No Break offline.

Vale lembrar que uma das capacidades que tornam o No Break linha interativa um dos mais usados em residências e escritórios é capacidade de se conector com computador por meio da entrada USB.

Com essa conexão, é possível controlar a eletricidade fornecida pela rede e consumida por equipamento instalado. Permite também programar os aparelhos ligados para desligarem com a falta de eletricidade e se reiniciarem apenas com o fornecimento de energia. Além disso, por meio do computador configurado é possível receber alertas de falta de energia ou da baixa de tensão.

No Break online

É o que há de mais moderno no mercado. Se você gostou das características positivas do No Break já citados, saiba que este engloba todas as vantagens dos demais.

Toda a energia que é enviada para o aparelho antes passa pelo No Break online. É dessa forma que ele consegue abastecer a bateria e manter ligado o inversor. Há uma filtragem, e, logo em seguida, a transformação da energia em corrente alternada, mas agora com a tensão correta e uma carga limpa.

O No Break online é encontrado principalmente em hospitais, em empresas que possuem aparelhos que demandam energia contínua, em grandes sistemas de segurança e em prédios governamentais. Ou seja, onde é necessário que a energia nunca seja interrompida ou haja falhas, ainda que pequenas, em seu fornecimento.

Cumpre ressaltar que o No Break online pode ser de simples ou de dupla conversão. Em todos ele há uma geração constante e pura de eletricidade.

Esclarecemos que também é possível dividir o No Break conforme a emissão de ondas: quadrada, triangular, senoidais e semisenoidais. As ondas senoidais têm uma tecnologia mais avançada, por isso, o encontramos com um valor maior no mercado. São indicadas para equipamentos com uma potência mais elevada e para aparelhos sensíveis.

Benefícios do No Break

Caso for necessário o uso de alimentação contínua de eletricidade, há a imposição de utilização do No Break. Como vimos, é esse dispositivo que fará a energia continuar fluindo mesmo em variadas condições adversas, como blecautes, oscilações, diminuição de tensão e diferença de frequência. Evitando, assim, graves danos aos aparelhos e sistemas ocasionadas por essas variações da rede. Por isso, podemos verificar diversas vantagens em sua utilização, veja algumas abaixo!

Segurança

É comum o No Break salvar dados importantes para o usuário, que poderiam ser perdidos com a falta de energia elétrica, como os vídeos da câmera de segurança perdidos e os documentos que não foram salvos antes do computador desligar. Além disso, o No Break atua na diminuição dos riscos de acidentes com a tensão, pois a estabiliza. 

De acordo com o Altas da Violência produzido pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) o número da criminalidade urbana no Brasil aumentou muito. Por isso, para acompanhar a necessidade, a tecnologia usada nos sistemas de vigilância também aumentou. Hoje, encontramos circuitos de monitoramento usando o No Break como peça fundamental para garantir real eficiência do produto e evitar riscos em casas e empresas.

Comodidade

São vários os tipos de No Break que encontramos no mercado. Alguns deles podem ter conexão com computador e celular, permitindo ao usuário verificar as atividades dos aparelhos conectados ao dispositivo mesmo em outro lugar, como no trabalho ou em casa. Tudo isso sem se preocupar com a queda de energia.

Diminuição de gastos

No Brasil, as tensões elétricas normalmente são de 110 ou de 220 volts. A energia da rede que chega até a nós é alternada entre valores positivos e negativos (por exemplo, 110 volts e -110 volts) em uma frequência de 60Hz, ou seja, são alternadas 60 vezes por segundo.

Essa frequência elétrica é um dos problemas solucionados, pois os distúrbios da rede que ocasionam danos são eliminados, evitando que o consumidor tenha novos gastos com a compra e conserto de seus equipamentos. Aqui, o No Break funciona como um estabilizador que utiliza da sua bateria para corrigir os erros da energia elétrica fornecida e dar maior qualidade e eficiência aos aparelhos.

Facilidade de instalação e integração

O No Break, além de ter um designer moderno, é facilmente instalado para começar a ser executado, assim como é fácil para ser removido. Encontramos no mercado aparelhos de pequeno, médio e grande porte, a depender do número de tensão que serão conectados. Os menores são leves e simples de portar.

No Break em CFTV

O CFTV (circuito fechado de televisão) é um sistema de monitoramento de ambientes por meio de câmeras instaladas em pontos estratégicos. As imagens captadas podem ser enviadas a diversos dispositivos simultaneamente, como celulares e computadores. O sistema de circuito fechado de televisão evita crimes nesses locais, levando confiança para residências, estabelecimentos comerciais, escolas e empresas.

O CFTV aumenta a segurança?

Imagine só: você sai tranquilo de casa para ir ao escritório, pois sabe que enquanto está trabalhando pode, por meio de softwares para monitoramento, visualizar tudo o que ocorre em sua residência. Contudo, quando menos espera, as câmeras saem do ar. Fique calmo, o No Break está aí para solucionar esse problema.

Primeiro, podemos pensar que falhas são eventuais — por exemplo, uma queda de energia por problemas técnicos da concessionária — e não culminar em grandes problemas. Apesar disso, também é possível que essa falha seja proposital, executada por bandidos que queiram invadir seu imóvel. Afinal, sem energia não há monitoramento e o circuito perderia totalmente sua eficiência.

Quando o No Break é utilizado em um circuito fechado de televisão, ele mantém todo o sistema alimentado diante de uma falha de energia por um determinado período, o suficiente para que outras medidas sejam tomadas e o problema solucionado.

Além de deixar o CFTV sempre ligado por meio da sua bateria, o No Break tem outras funções. A energia que sai da tomada da sua casa sofre muitas oscilações. Por exemplo, em uma rede monofásica, de 110 ou 127 volts, é comum ter uma curva de 95 até 127 volts. Essas alterações constantes são aplicadas diretamente nos seus equipamentos, diminuindo significativamente a vida útil do produto eletrônico e do seu sistema de câmeras. É nesse cenário que encontramos a segunda função do No Break, pois ele permite que a energia que chegue ao produto seja constante e totalmente limpa, sem ruídos e curvas.

É recomendado?

Agora que você já sabe como o No Break funciona, já está pensando em ter um junto a sua instalação de CFTV? Então, confira mais algumas vantagens!

O No break que é conectado ao CFTV também protege todos os dispositivos ligados a ele de sobretensão e subtensão, evitando que seu sistema seja queimado ou comprometido.

Apenas esclarecendo: a subtensão ocorre quando a energia fornecida a região é menor que os limites padrões estabelecidos, enquanto que a sobretensão existe quando a eletricidade que abastece o local estiver acima do limite padrão.

Vamos citar as proteções que fazem do No Break item fundamental e por isso muito aconselhado:

  • faz a recarga automática das baterias, que pode ser interna ou externa;
  • estabiliza a energia que chega até sua casa;
  • funciona como inversor, transformando a corrente;
  • funciona como um conector que transforma as correntes conforme a necessidade do aparelho;
  • faz testes do sistema automaticamente para saber se está tudo em ordem e funcionando;
  • possui a mais moderna tecnologia em seus dispositivos;
  • pode ser ligado a softwares de monitoramento;
  • podem possuir alarmes;
  • entrada USB para monitoração inteligente. Com ela pode calcular momento de desligar ou reiniciar os aparelhos conectados.

Dessa forma, além de proporcionar segurança efetiva ao CFTV, o No Break também traz comodidade aos usuários e alta tecnologia aos usuários.

Como calcular?

Quando você compra um aparelho eletrônico, eles vêm com sua potência de consumo indicada tanto em Watts (W) quanto em Volt-ampere (VA). A questão é que, para ter todos os benefícios de um No Break e para atingir a capacidade máxima de vida útil desses equipamentos, é preciso calcular a carga total deles.

Vamos começar entendendo a diferença entre as medidas de Watts e Volt-ampere. A chamada potência ativa é classificada em Watt e basicamente tem a função de determinar a eletricidade que realmente será usada pelo aparelho na execução de suas atividades.

Enquanto isso, a unidade de Volt-ampere é conhecida como potência aparente. Ela é formada pela junção da potência ativa (W) e da potência reativa — uma energia adicional que não realiza nenhuma execução realmente, mas que mesmo assim é necessária em alguns tipos de aparelhos eletrônicos, funcionando como um depósito em um campo de magnético ou de eletricidade.

A relação entre W e VA é conhecida por fator de potência e aponta a capacidade e eficiência da eletricidade consumida pelo aparelho em uso. Quanto mais elevado for o fator de potência, menor será a potência reativa utilizada e maior será a eficiência no que diz respeito relação potência consumida e potência útil.

Agora que já sabemos as definições, passamos a saber como garantir uma proteção total do No Break, calculando a carga total necessária.

Primeiro, é preciso saber qual é a potência utilizada por todos os equipamentos que serão conectados ao No Break. Para isso, precisamos saber qual a unidade de medida está sendo utilizada.

Calcularmos a capacidade total transformando tudo em uma mesma unidade de medida. Multiplique a potência aparente (VA) pelo fato de potência do aparelho e terá como resultado a potência ativa (W). Ou seja: W = VA x FP.

Em ato contínuo, e agora que todos os aparelhos estão na mesma unidade de medida, a potência do No Break deve ser calculada somando a potência do consumo de todos os aparelhos conectados a ele.

Tempo de autonomia do No Break em um CFTV

Para saber por quanto tempo a bateria será suportada sem ser alimentada pela energia da concessionária de luz, teremos que fazer novos cálculos. Como já sabemos a capacidade de potência do No Break, ficará mais fácil saber o tempo de independência e autonomia do seu sistema de segurança.

É o fator de potência que determina por quantas horas a bateria do No break conectada ao circuito fechado de televisão resistirá. Assim, já podemos adiantar que quanto mais elevado for o fator de potência maior a capacidade que tem o No Break e consequentemente maior o número de aparelhos poderão ser conectados a ele.

Vamos exemplificar com um caso prático: um No Break de 600 Volt-ampere com um fator de potência 0,7. Se calcularmos a soma das câmeras de um circuito interno, elas totalizarão, no máximo, 420 Watts de potência real, que é a capacidade de proteção do equipamento.

Dessa forma, para cada dispositivo instalado ao No Break, será preciso multiplicar a carga de alimentação pela corrente de consumação. Ou seja, deve-se multiplicar o consumo de cada câmera instalada ao seu sistema de CFTV. A informação do tempo de autonomia em relação a carga já vem nos manuais dos aparelhos quando você compra.

Cumpre ressaltar a importância de verificar a possibilidade de utilizar baterias externas antes de adquirir um No Break junto ao seu circuito fechado de segurança. Esse ponto dará ainda mais autonomia para você, suportando até mais de 1 dia sem o fornecimento de energia. Lembre-se que a eficiência e a duração da proteção que você almeja no seu CFTV são as variantes fundamentais na escolha e compra de um No Break.

Agora você já sabe que esse aparelho é indispensável para um sistema de vigilância, afinal, de nada adiantará ter várias câmeras de vigilância, alarmes e proteções elétricas se nada funcionará quando você mais precisar. Não invista seu dinheiro em projetos de sistemas que apenas são um falso ar de segurança, esteja realmente seguro com o No Break.

Se nossas informações foram importantes para esclarecer as suas dúvidas, não deixe de assinar a nossa newsletter e saiba como manter você, sua família e seu negócio seguros!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *