Subscribe Now

Trending News

O que fazer para reforçar a segurança comercial no fim de ano?
Segurança

O que fazer para reforçar a segurança comercial no fim de ano?

Fim de ano é sinônimo de aumento no fluxo de pessoas no comércio seja para compras e também para a prática de delitos. Diante de uma violência cada vez mais acentuada, principalmente em razão dos constantes casos de furtos e roubos, sempre é preciso reforçar a segurança nessa época do ano.

Afinal, a agitação que o Natal causa nos consumidores também chama a atenção das pessoas mal intencionadas. Elas aproveitam do descuido dos clientes e comerciantes para agir, como por meio do furto de produtos da sua loja, celulares ou bolsas dos fregueses e até mesmo praticando golpes.

Para você se proteger dos problemas, vamos mostrar neste artigo algumas dicas que certamente manterão o seu estabelecimento mais seguro no período que merece somente boas notícias.

Por que reforçar a segurança no fim de ano?

Além da busca por presentes em razão do Natal, a maior parte das pessoas que têm carteira assinada aproveitam o 13º salário para ir às compras no fim de ano.

Trata-se do momento da troca daquele velho armário, da renovação da TV, da aquisição de um celular mais moderno, enfim, o tempo de confraternizações e bons sentimentos aflorados na população refletem nas vendas.

Como os bandidos sabem que o último mês do ano é o mais movimentado no comércio, inúmeras ações são elaboradas para furtar clientes, comerciantes e até mesmo o estoque de lojas que não se protegem adequadamente.

De olho na prevenção dos furtos e roubos, veja agora algumas ferramentas que são bem úteis para intimidar criminosos, dificultando e também evitando que grandes prejuízos aconteçam em seu negócio.

Invista no CFTV

O Circuito Fechado de Televisão (CFTV) é uma central de videomonitoramento que fica de olho 24 horas em seu comércio. Atualmente, é um dos principais investimentos na área de segurança direcionado tanto para lojas quanto empresas.

Câmeras são instaladas em pontos estratégicos, enviando as imagens para uma central que sempre conta com profissionais especializados na área, todos atentos a vários monitores.

Ao notar qualquer situação anormal, eles acionam um alarme ou realizam uma comunicação aos órgãos competentes, que se dirigirão rapidamente ao local indicado. Todas as captações também ficam armazenadas em um banco de dados, podendo auxiliar a polícia nas investigações ou até mesmo para flagrar um funcionário ou cliente mal intencionado.

Afinal, nessa época do ano, são comuns os casos de furtos de produtos, principalmente se o seu negócio vende mercadorias pequenas e de fácil comercialização, como perfumes, bebidas, chocolates, cosméticos, roupas, entre outros.

Outra vantagem do sistema é que as imagens podem ser enviadas para dispositivos móveis, ou seja, você poderá monitorar a sua loja com um clique em seu smartphone, sendo um excelente meio de controle operacional.

Dessa forma, o reforço na segurança será bem acentuado. Isso porque a simples existência das câmeras já inibe muitas ações de bandidos. Portanto, não deixe de seguir os passos dos comerciantes que já contam com o CFTV como um grande aliado na prevenção dos delitos.

Instale sensores infravermelhos

Os sensores infravermelhos são indicados para a identificação de pessoas em locais não autorizados, como dentro de sua loja nos horários em que estiver fechada.

Eles são muitos indicados para auxiliar no disparo de alarmes, tendo em vista que os sensores detectam o dano às estruturas tão quanto o calor humano. Assim, os aparelhos também são uma alternativa para reforçar a segurança.

De um modo geral, os sensores infravermelhos contam com um transmissor e receptor que criam uma espécie de barreira, protegendo o seu comércio de invasores. Você pode optar por diferentes tipos de modelos, como com um feixe, dois ou até mesmo múltiplos. Para saber o ideal, faça um estudo com base nas peculiaridades do seu estabelecimento e riscos iminentes.

Outra dica é sempre instalar uma bateria 12V e uma fonte de alimentação, com o objetivo de evitar disparos incorretos.

Conte com alarmes

Apesar dos sensores estarem sintonizados com os alarmes, existem outros tipos, como os que são acionados por um botão de pânico, que se comunicam diretamente com uma central.

Há ainda os disparados por controle remoto ou pelas sirenes. No comércio, são indicados os alarmes acionados por um botão silencioso, emitindo uma mensagem em tempo real para uma central de monitoramento, ou seja, as chances de prender o criminoso aumentam consideravelmente.

Ele pode ficar em um local escondido, como dentro de um balcão, por exemplo. Com isso, a prisão em flagrante de um delinquente pode acontecer, tendo em vista que a central vai comunicar o fato à polícia, que poderá agir com mais rapidez e precisão.

Treine os seus funcionários

Inúmeros furtos no fim de ano praticados no comércio são bem conhecidos pelos especialistas em segurança pública. Por isso, a capacitação dos seus colaboradores é fundamental para prevenir atos ilícitos em seu estabelecimento.

Isso porque determinados comportamentos de pessoas mal intencionadas podem ser detectados antes que o crime aconteça, facilitando a abordagem.

Ao serem bem treinados, os seus funcionários poderão tomar atitudes que inibem os furtos, como o olho no olho, um acompanhamento mais próximo ou até mesmo uma frase despretensiosa com caráter investigativo: como posso ajudar? Existe algo que ainda não foi encontrado na loja?

No entanto, os treinamentos são essenciais para evitar abordagens constrangedoras. Afinal, caso erre na previsibilidade, o seu estabelecimento pode sofrer um dano por conta de um possível processo judicial aberto por algum cliente que tenha sido vítima de uma desmoralização sem comprovação.

Diante dos riscos de grandes prejuízos, as capacitações contribuem para medidas preventivas eficazes e também voltadas a atendimentos impecáveis com foco na satisfação dos consumidores, sempre privando pela segurança de todos.

Faça parcerias com a PM

Muitos lojistas fazem parte de associações comerciais. Nessa época do ano, é imprescindível uma parceria com a Polícia Militar para reforçar a segurança nos calçadões e centros populares de compras situados em ambientes públicos.

Apesar de existir a operação Papai Noel, é importante os comerciantes se manterem unidos com as autoridades policiais. Afinal, a parceria é fundamental para inibir a ação dos criminosos, fortalecendo a segurança em pontos mais críticos. Por isso, reuniões, campanhas e ações mais efetivas no comércio sempre trazem bons resultados.

Seguindo as nossas dicas, certamente o seu ponto comercial estará preparado para reforçar a segurança nessa época do ano, contribuindo para que os clientes façam compras com a cabeça focada apenas nas celebrações.

Gostou das nossas dicas? Então compartilhe este artigo com mais comerciantes, aumentando a conscientização e os meios de proteção contra as ações de criminosos!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *