Subscribe Now

Trending News

Sistema de segurança para casa: guia prático para a sua proteção
Tecnologia

Sistema de segurança para casa: guia prático para a sua proteção

Ter um sistema de segurança para casa é uma necessidade cada vez mais presente na vida dos brasileiros. Afinal, a violência está chegando até mesmo às cidades pequenas. Além disso, com as múltiplas atividades do dia a dia, as pessoas estão passando menos tempo em casa e precisam proteger o seu patrimônio.

Ainda bem que, com as os avanços tecnológicos, as empresas do ramo vêm contemplando o mercado de segurança residencial e patrimonial com soluções acessíveis e eficientes. Para atender a essa demanda, elas disponibilizam os mais modernos tipos de equipamentos e serviços.

Quer saber mais sobre a importância de investir na segurança da sua residência? Então, continue lendo para conferir as informações que separamos para você e veja as soluções que existem para promover a segurança da sua casa!

Quem precisa de um sistema de segurança para casa?

Foi-se o tempo que bastava aumentar a altura do muro e reforçar o cadeado dos portões para potencializar a segurança da residência. Atualmente, é preciso buscar meios mais eficientes a fim de encontrar tudo no lugar ao voltar para casa depois de um dia de trabalho ou de uma viagem.

Muitos optam por morar em prédios por se sentirem mais seguras nesses locais. A verdade, entretanto, é que devido à grande movimentação de pessoas, os condomínios também costumam ser alvo de criminosos que se aproveitam de eventuais falhas no sistema de segurança.

Hoje em dia, portanto, o investimento em uma boa estrutura de sistema de segurança é uma necessidade de todos, seja em casa ou em condomínios. E, conforme já foi dito, essa necessidade está presente até mesmo nas cidades menores e nas áreas rurais. 

Quais locais do imóvel devem receber os itens de segurança?

Quando ouvimos falar de estrutura de segurança residencial, logo pensamos em espalhar algumas câmeras em alguns pontos da casa. Outras vezes, pensamos que basta colocar uma cerca elétrica no muro ou uma câmera falsa na entrada da residência. Essa suposta economia, entretanto, pode sair cara.

É preciso ir além, se aliando às inovações tecnológicas a fim de maximizar a proteção patrimonial e, principalmente, a segurança da família, que é o nosso maior patrimônio. Os dispositivos de segurança devem cobrir todo o imóvel, incluindo o interior da casa, a área externa (jardins, o quintal e acessos) e o perímetro do imóvel (muros, grades e cercas).

Nesse propósito, é necessário estudar questões como o tamanho do imóvel, as demandas dos moradores, as características da região e a quantidade de pessoas que vivem no local. De posse desses dados, é hora de incorporar os itens do sistema de segurança adequados para cada área da propriedade.

O que é essencial entre os aparelhos de segurança residencial?

A oferta de equipamentos direcionados à segurança residencial é muito grande. Abaixo, confira algumas opções que são essenciais para deixar sua casa mais segura, aliando conforto e praticidade à correria da vida moderna!

Circuito fechado de TV (CFTV e CFTV IP)

O monitoramento por câmeras de segurança é muito utilizado, protegendo com eficácia todos os tipos de ambientes. Com imagens de alta definição, os modelos de última geração potencializam a identificação de pessoas, além de proporcionar um controle total do local monitorado.

Os equipamentos de CFTV que usam tecnologia IP trazem o que há de mais moderno em monitoramento de ambientes. Esses dispositivos funcionam em rede, possibilitando o uso de smartphones, e-mail e chamadas telefônicas, tudo, para você monitorar sua casa de qualquer lugar com Internet.

Veja os equipamentos que devem compor um bom sistema de monitoramento por CFTV!

Câmeras de segurança

A simples presença de câmeras de segurança pode ajudar a inibir roubos, assaltos e outros eventos. Afinal, ao saber que o ambiente é monitorado muitos criminosos pensam duas vezes antes de se arriscarem a ser pegos praticando um delito.

As câmeras de segurança mais modernas podem registrar imagens em locais distantes e escuros. Essas imagens podem ser vistas on-line por celulares e tablets. Dessa forma, as providências necessárias para evitar ou minimizar os prejuízos causados por arrombamentos, invasões e outros acontecimentos são agilizadas.

Gravadores

Os fabricantes e fornecedores disponibilizam no mercado gravadores que utilizam tecnologia de ponta como câmera infravermelho, câmera IP e câmera dome. As imagens são gravadas em cartão de memória, HD ou em nuvem e poderão ajudar as autoridades a desvendar crimes ocorridos na área monitorada.

Microfones

Esses dispositivos têm sido muito utilizados em residência e podem ajudar também no controle da segurança de idosos e crianças. Afinal, é possível gravar áudios dos ambientes monitorados, com microfones conectados diretamente aos gravadores das câmeras ou em paralelo no DVR, utilizando cabos específicos para microfones.

Armazenamento em nuvem ou HDs

As câmeras de CFTV que permitem o armazenamento em nuvem para monitoramento são ótimas opções para incrementar a segurança em residências e empresas. Nesse sistema, os vídeos gravados pelas câmeras do circuito são enviados a um servidor da internet para serem armazenados.

Vale lembrar que o armazenamento de tais imagens também pode ser feito em outros dispositivos que garantam a segurança e a qualidade das imagens. É possível que as imagens geradas pelas câmeras também sejam armazenadas no HD (Disco rígido) do computador.

Apps e softwares para gerenciamento e monitoramento

Essas tecnologias são o que há de mais moderno no mercado e além de fomentar a segurança ainda agregam praticidade e agilidade à gestão do condomínio. Alguns softwares permitem o gerenciamento de mais de 200 dispositivos como DVRs, NVRs e câmeras IP simultaneamente.

Os aplicativos podem ser utilizado em dispositivos móveis como smartphones e tablets e também em computadores. Eles possibilitam a interação do usuário com os sistemas de segurança e podem ajudar, por exemplo no monitoramento remoto de patrimônios, pessoas e animais de estimação. 

Controles de acesso

Além do CFTV, o uso de equipamentos de controle de acesso potencializa a segurança, uma vez que eles permitem a identificação das pessoas e dos veículos que chegam ao imóvel. Separamos para você alguns tipos de dispositivos utilizados para controlar a entrada em casas e condomínios. Confira!

Controle de acesso de veículos

A entrada do estacionamento ou garagem costuma ser um dos pontos mais vulneráveis dos imóveis. Então, é preciso eleger um sistema integrado para o devido controle de acesso de veículos de moradores e visitantes.

O cadastramento dos veículos dos moradores, a instalação de equipamentos de controle de acesso, o treinamento dos funcionários responsáveis pela portaria da garagem e a adoção de normas de segurança preventiva podem contemplar essa demanda.

Veja alguns equipamentos e recursos tecnológicos para controle de acesso que podem maximizar a segurança no acesso de veículos aos condomínios!

  • Eclusas com portões duplos internos trancados que só serão abertos, caso as pessoas do interior do carro sejam devidamente identificadas e autorizadas a entrar;
  • controle remoto vinculado à placa e ao modelo dos veículos cadastrados no sistema cujos dados são checados pelo profissional da portaria antes de permitir a entrada do veículo;
  • uso pelos moradores de um controle remoto vinculado a um sistema que permita a visualização e o monitoramento do veículo e do local onde o ele foi estacionado.

Controle de acesso de pessoas

Vale a pena investir nas mais modernas tecnologias a fim de garantir a segurança dos moradores, frequentadores e funcionários do condomínio. Veja alguns desses recursos inovadores!

Leitor facial

Também conhecido como reconhecimento biométrico facial, esse equipamento utiliza softwares e logaritmos para mapear as características do rosto da pessoa. Essas características ficam armazenadas em um banco de dados e, caso o rosto de quem deseja acessar o local não seja reconhecido nos arquivos do dispositivo, a sua entrada não é permitida.

Biometria

Utilizando características pessoais e únicas, como a digital, a íris e a voz, o acesso por biometria apresenta a vantagem de ser rápido, seguro e discreto. Outra vantagem desse aparelho é o custo de manutenção, que é bastante acessível.

Cartão de acesso

O cartão, que contém informações pessoais de seu portador, é cadastrado em um sistema e, ao aproximá-lo do visor de leitura, a pessoa é autorizada a entrar no ambiente. Esse tipo de tecnologia é mais utilizada em meios corporativos, mas pode ser adaptada para as residências. É importante destacar que, no caso de extravio do item, o responsável por ele deve bloqueá-lo a fim de impedir o uso indevido por terceiros.

Senha de acesso

Esse tipo de acesso também é bastante usado, principalmente por causa da sua eficiência e rapidez. Para entrar no imóvel, a pessoa digita uma senha para acionar a abertura de portas e portões.

Videoporteiro e interfone

sistema de videoporteiro que utiliza monitoramento por câmeras ligadas a uma central de comando é um dos mais seguros e eficientes. Ele pode ser acionado por dispositivo próprio de qualquer lugar via internet.

O interfone é outro item que não pode faltar para garantir a segurança residencial. Os equipamentos mais modernos, inclusive, são acoplados a câmeras de alta definição, além de alto-falantes e microfones de última geração. Assim, o morador consegue atender o aparelho mesmo não estando em casa, usando os aplicativos em tablets ou smartphones.

Portão e trava/fechadura eletrônicos

Esses equipamentos aliam segurança e praticidade aos moradores que não precisarão carregar um molho de chaves. Essas estruturas são acionadas por recursos como, senha de acesso, cartão magnético e apps, minimizando os riscos de arrombamentos.

Portaria virtual

A portaria virtual aumenta a segurança e gera economia de tempo e de dinheiro, sendo de grande utilidade na administração de condomínios. Afinal, ela permite a identificação das pessoas e o acionamento de portas e portões à distância.

Esse gerenciamento é feito por profissionais qualificados que ficam em uma central e se revezam no monitoramento que é feito durante as 24 horas do dia. Todo o movimento de entrada e de saída do local é registrado e controlado. Desse modo, os administradores podem ficar mais tranquilos quanto à segurança na portaria.

Sensores de presença

Sensores de presença são aparelhos programados para detectar e reagir na presença de um determinado evento, como a presença de uma pessoa. Alguns sensores conseguem diferenciar a presença de uma pessoa da presença de um animal como gato e cachorro.

Os sensores podem funcionar sozinhos ou acoplados a luzes ou câmeras de monitoramento. Esses dispositivos são disponibilizados em três modelos: infravermelho, micro-ondas e acústico.

Sensores de barreira

O sensor infravermelho (IVA) também é chamado de sensor de barreira ou sensor perimetral. Isso porque ele recebe a luz infravermelha em um ponto e emite essa luz em outro ponto, disparando um alarme quando essa luz é interrompida.

O uso desse tipo de sensor é muito indicado para a entrada e saída de garagem a fim de impedir que o portão se feche em cima de carros. Eles também podem ser usados para substituir a cerca elétrica em muros.

Barreira com cerca elétrica

Esse equipamento auxilia na prevenção de eventos como arrombamento e invasão. A sua instalação deve seguir as orientações dos fabricantes, além da legislação específica. O uso das cercas elétricas aliado a outros recursos ajuda a inibir possíveis invasores, emitindo choques cuja sensação é bem desagradável.

Alarmes

Os alarmes são dispositivos ligados a sensores e podem ajudar na prevenção de ocorrências como roubos e incêndios. Quando acionados, esses equipamentos emitem um alerta que pode ser um sinal sonoro, luminoso ou o envio de uma mensagem para uma central de monitoramento. Veja alguns itens que podem compor um sistema de alarme residencial!

  • Sensores;
  • sirene;
  • botão do pânico;
  • controle remoto;
  • bateria;
  • fonte de alimentação;
  • central de alarme.

Acesso remoto via internet

Com a automação residencial é possível monitorar e controlar remotamente via internet as mais diversas atividades da casa. Com o uso de aplicativos para celular é possível, por exemplo, abrir e fechar portas, janelas e persianas, acender ou apagar luzes, ligar e desligar fornos e aparelhos de climatização.

Conexão em rede

A chegada do sinal de internet a cabo, que substituiu a internet discada, aumentou a velocidade das conexões e permitiu a interação entre vários aparelhos. Essa distribuição pode ser feita por meio do uso de um roteador wireless (distribuidor sem fios).

A internet de alta velocidade (banda larga) mais conhecida é a Wi-Fi (sem fio) que, geralmente, é transmitida por frequência de rádio e infravermelhos e pode ser acessada por tablets, celulares, smartphones e por computadores domésticos.

Existem ainda outros tipos de conexão banda larga. Veja alguns deles!

  • Internet 3G/4G: é transmitida sem fio por meio de uma ponte de conexão (modem) 3G e 4G;
  • internet a cabo: é transmitida por cabos digitais ou aproveitando os cabos telefônicos;
  • internet via satélite: é transmitida por uma antena própria para a recepção do sinal;
  • internet via rádio: é transmitida por antenas instaladas em locais altos.

A escolha da rede de internet certa faz toda a diferença para agregar eficiência ao sistema de segurança de sua casa. Então, se você está planejando instalar monitoramento eletrônico em seu imóvel, deve buscar uma orientação especializada para saber qual é a tecnologia mais adequada para as suas necessidades.

Quais são as dicas de segurança que você precisa adotar?

É fato que os criminosos buscam propriedades mais vulneráveis como alvos de invasões e roubos. Sendo assim, é necessário recorrer aos mais variados recursos a fim de dificultar e inibir a ação de meliantes.

Acompanhe, agora, algumas dicas que podem ajudar na segurança tanto dos moradores quanto da residência!

Fique atento ao chegar e sair de casa

Ao chegar à sua residência, fique atento e, se perceber alguma movimentação suspeita ou encontrar o portão aberto, não entre e tente contato com alguém da casa para saber se está tudo bem ou com a polícia. Outra dica é dar preferência ao portão automático, que é mais prático e seguro.

Já ao deixar a residência, verifique se trancou tudo direito e, antes de abrir o portão, dê uma olhada pelas câmeras para checar se está tudo bem. Observe ainda se você está sendo seguido e, caso isso aconteça, entre em um estabelecimento comercial ou peça ajuda.

Além desses cuidados, adote rotas alternativas para os trajetos do cotidiano. Assim, você evitará que a sua rotina seja estudada por algum suspeito.

Tenha atenção a golpes

Muitas pessoas mal-intencionadas tentam se passar por prestadores de serviços para entrar em casas e condôminos e praticar delitos. Utilize, então, ferramentas de controle de acesso, como o interfone inteligente, para identificar e confirmar as credenciais de qualquer visitante antes de abrir a porta.

Dificulte a ação dos bandidos

Por medo de serem pegos, os ladrões querem agir rápido e costumam desistir do alvo quando encontram obstáculos que dificultam a sua ação. Uma boa tática é apostar em equipamentos como grades, alarmes, barreira infravermelha e trancas eletrônicas. Dessa forma, você terá grande chance de afastar os invasores da sua propriedade.

É preciso guardar, também, utensílios que possam servir de ajuda aos criminosos, como escadas e ferramentas. Tenha cuidado, ainda, com cortinas transparentes, porque à noite elas podem exibir móveis e objetos de valor, chamando a atenção das pessoas.

Confira a eficiência das fechaduras

As trancas e fechaduras de portas, janelas e portões devem estar sempre em bom estado. Mais uma vez, as fechaduras inteligentes são uma ótima opção. Afinal, elas vêm equipadas com sensores e alarmes conectados com o celular dos proprietários e se abrem por código ou por controle remoto.

Capriche na iluminação do imóvel

Geralmente, os ladrões buscam por imóveis mal iluminados. A instalação de luzes automatizadas — que podem ser acesas remotamente por tablet ou celular — no interior e no exterior da casa é uma boa opção. Além disso, as lâmpadas com sensores podem acender automaticamente ao anoitecer ou com a aproximação de pessoas e apagar ao amanhecer.

Mantenha a sua casa bem cuidada

Casas com aspecto de abandonadas chamam a atenção de invasores. Evite, então, deixar o jardim mal cuidado e cuide da poda de árvores que podem ser usadas para acessar muros e janelas. Mantenha também a grama aparada e as paredes, as portas, as janelas e os portões pintados e em bom estado.

Lembre-se, ainda, de recolher a correspondência diariamente e, no caso de viagem, deixe esse cuidado a cargo de um vizinho ou parente.

Tenha cuidado com os portões de condomínio

Alguns prédios têm um portão para o pátio e estacionamento e outro para acessar o interior do prédio. Muitas vezes, o invasor se aproveita quando a pessoa aciona a abertura das duas estruturas ao mesmo tempo para entrar e render o morador. É aconselhável, portanto, abrir um portão de cada vez e adotar um controle de acesso eficiente no condomínio.

Estabeleça uma boa parceria com os vizinhos

Uma vizinhança unida faz a diferença na segurança da comunidade. Afinal, com essa união é possível contar uns com os outros, inclusive nos momentos de viagens, quando a casa fica mais vulnerável.

Um vizinho de confiança pode ficar atento e avisar você caso note algum evento estranho e até acionar a polícia se for o caso. Além disso, ele pode recolher as correspondências e receber as suas encomendas, evitando o acúmulo desses itens que denunciam uma ausência prolongada.

Tenha cuidado com as informações que você divulga nas redes sociais

Muitas pessoas postam mensagens e fotos de suas viagens nas redes sociais. Os criminosos, no entanto, também estão atentos a esses recursos para agirem. Assim, é preciso ter o cuidado de não se expor nos ambientes virtuais a fim de evitar que o seu patrimônio corra risco.

Aposte em um moderno e eficiente sistema de segurança

É fato que a prevenção é a melhor tática de proteção pessoal, residencial e corporativa. Ainda bem que com as inovações tecnológicas, citadas anteriormente, é possível manter a vigilância mesmo não estando em casa. Dessa maneira, você terá a liberdade de viajar ou sair para trabalhar e encontrar tudo em paz ao voltar.

Acompanhe alguns benefícios que podem ser incorporados à vida de quem investe em produtos para proteção e segurança residencial!

Redução do risco de incêndios e acidentes

O risco de ocorrências desses eventos é minimizado com os serviços de monitoramento eletrônico em tempo integral. As tecnologias oferecidas pelo mercado permitem uma detecção rápida e a emissão de alertas aos moradores, bem como o aviso às autoridades competentes.

Diminuição do risco de arrombamento

Conforme já dissemos, além do monitoramento por câmeras, outros dispositivos, como tranca eletrônica e sensores, ajudam a inibir e a evitar o arrombamento de portas e janelas. Ao utilizar tais equipamentos em sua moradia, você minimizará os prejuízos causados por invasões e roubos.

Agilidade na proteção da propriedade

O monitoramento do imóvel pode ser feito por uma empresa especializada e pelo uso de aplicativos para celulares conectados com os dispositivos de segurança da sua casa. Esses recursos agilizarão as providências que se fizerem necessárias para resguardar o seu patrimônio. 

Redução do preço do seguro

As corretoras oferecem descontos no valor do seguro para residências que contam com a proteção de um sistema de segurança robusto e eficiente. Dessa maneira, ao contemplar o seu imóvel com esse diferencial, você vai economizar nos custos da apólice e aumentar a segurança da sua família.

Conforme você pôde ver, o investimento em um sistema de segurança cujos produtos e serviços tenham a qualidade comprovada, além de garantir a assistência técnica, vale muito a pena. Ao incorporar esse benefício à sua propriedade, certamente, você vai valorizar o imóvel e assegurar a tranquilidade e a paz de toda a sua família.

Gostou das nossas informações sobre sistema de segurança para casa? Aproveite, então, para entrar em contato conosco e conhecer as mais modernas e eficientes soluções em segurança para ambientes residenciais e comerciais!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *