Blog

6 tendências de segurança residencial para você investir
Tecnologia

6 tendências de segurança residencial para você investir

O índice de invasões a domicílios cresce a cada ano e a sensação de impunidade deixa a população muito preocupada. Conhecer as tendências de segurança residencial é uma ótima oportunidade para aumentar a proteção da sua família, mesmo em momentos tão complicados.

O fato é que existem diversas ferramentas que prometem proteger casas e condomínios de maneira eficaz, mas nem sempre se mostram de grande utilidade. Logo, se atentar às novas tecnologias é essencial para evitar futuras frustrações.

Para ajudar, apresentaremos 6 tendências de segurança residencial que você deve conhecer. Continue a leitura e saiba mais!

1. Automação residencial

A automação residencial é uma realidade atual que está em constante expansão, tornando-se uma tendência quase ilimitada para os próximos anos. No geral, os especialistas denominam esse conceito de tecnologia como “casa inteligente”.

O nome não é à toa, pois o grande objetivo é consolidar as soluções “do it yourself” (faça você mesmo, em português), fazendo com que as residências apresentem cada vez mais praticidades para os usuários.

Em termos de segurança, a tendência de automação residencial também é muito alta e engloba ferramentas como os assistentes de voz, que permitem ao morador executar ações apenas pronunciando algumas palavras.

Trata-se de um item muito útil que pode ser utilizado para ligar/desligar luzes e alarmes da residência, bem como trancar portas principais e portões de garagem.

2. Videoporteiro

O videoporteiro também é uma forte tendência no Brasil e uma grande evolução em termos de segurança residencial. Isso se deve ao fato de que a tecnologia já apresenta todas as vantagens de um interfone convencional, como a comunicação instantânea, somando a praticidade e a eficiência da câmera de vídeo.

O dispositivo funciona da seguinte forma: um aparelho é embutido em uma parede ou muro na parte de fora da residência, como um interfone. Assim que o visitante chega, ele aciona o botão para informar a sua presença. No interior da casa, o morador consegue visualizar a imagem do visitante e se comunicar com ele automaticamente.

O videoporteiro pode ser fixado a fechaduras magnéticas para portões de garagens, portas simples e entradas de condomínios. Além disso, o proprietário não precisa se preocupar com chuvas ou outras questões climáticas, já que o equipamento é construído com material resistente. Entre as principais vantagens da ferramenta, estão:

  • maior flexibilidade, podendo ser instalado em diferentes lugares;
  • mais efetividade na segurança da residência;
  • simples funcionamento para o usuário.

3. Sensores infravermelhos

Os sensores infravermelhos são tipos de detectores capazes de captar a movimentação de pessoas e animais dentro de um determinado espaço, por meio do calor naturalmente produzido pelo corpo de um ser vivo.

Muitas ferramentas de segurança têm sensores instalados, mas alguns não emitem a tão conhecida luz vermelha, sendo chamados de passivos — porém, são igualmente eficientes.

A grande vantagem desses dispositivos está na possibilidade de serem utilizados tanto no interior quanto no exterior das residências. São instalados frequentemente com os sistemas de iluminação das casas. Ou seja, toda vez que alguém entra no raio de ação dos sensores, as luzes do local acendem.

Além disso, havendo necessidade de potencializar a segurança na residência, os sensores infravermelhos podem ser ajustados ou adaptados a um nível de alcance e sensibilidade maiores. Isso faz com que a casa fique mais protegida de invasores/presenças indesejadas.

4. Monitoramento remoto

Se existe um recurso de segurança residencial que podemos considerar uma ferramenta do futuro, este é o monitoramento remoto. Confira abaixo como esse equipamento pode mudar de vez a sua ideia de praticidade e segurança.

Basicamente, o monitoramento remoto permite que o proprietário observe as imagens e vídeos de todo o seu Circuito Fechado de Televisão (CFTV). Ou seja, o usuário tem acesso instantâneo a todas as partes da casa que as câmeras de segurança conseguem cobrir. Isso pode ser feito de qualquer lugar, a qualquer hora.

A melhor parte é que o proprietário não precisa carregar um supercomputador ou uma ferramenta extremamente chamativa, pois o acompanhamento pode ser realizado por meio de um aplicativo de celular. Simplificando: um smartphone com um sistema iOS ou Android é suficiente para cumprir a tarefa.

O monitoramento remoto ainda oferece outros benefícios e soluções para o usuário, como:

  • possibilidade de envio de mensagens de texto e vídeos;
  • ativação de alarmes remotamente;
  • trancamento e abertura de fechaduras de portas e portões.

Para quem gosta de aproveitar longas viagens ou até mesmo para moradores que passam a maior parte do tempo fora de casa, o monitoramento remoto é uma ótima opção de investimento em segurança.

5. Câmeras de infravermelho

Em termos de proteção residencial, as câmeras de infravermelho são ferramentas extremamente eficientes. Isso porque muitos ataques a casas e condomínios são feitos no período noturno, quando há pouca luminosidade e movimentação ao redor.

As câmeras de infravermelho foram desenvolvidas justamente para resolver essa dificuldade. Compostas por placas especiais que são acionadas assim que a iluminação diminui no ambiente, essas ferramentas são capazes de captar imagens em espaços completamente escuros.

Enquanto o ambiente estiver com baixa luminosidade, o equipamento transmite imagens em preto e branco. Em locais iluminados a captura acontece em cores. A ativação das fotocélulas pode acontecer mesmo durante o dia, basta que ocorra uma diminuição de luz. Entre as maiores vantagens das câmeras de infravermelho, estão:

  • captação de imagens em ambientes totalmente escuros para o olho humano;
  • boa utilização tanto em espaços internos quanto externos;
  • possibilidade de integração com câmeras com DVR;
  • armazenamento de imagens e vídeos.

Além de tudo isso, as câmeras podem ser acessadas em tempo real e ficar integradas ao monitoramento remoto — facilitando ao máximo a vida do usuário a qualquer hora.

6. Aplicativos de segurança

Como explicado anteriormente, com um aplicativo de celular é possível acompanhar as imagens do CFTV da sua residência. Mas a tecnologia de aplicativo, em termos de segurança, vai muito além.

Já é possível ligar ou desligar alarmes e liberar entradas de pessoas de um determinado local apenas utilizando aplicativos móveis. As possibilidades são quase infinitas, e a indústria de segurança sabe disso. Nesse sentido, a tendência é de um futuro promissor e de novidades transformadoras em médio/longo prazo.

Essas foram apenas algumas tendências de segurança residencial. Muitas dessas ferramentas já estão disponíveis no mercado e podem ajudar a trazer maior proteção para você e sua família. Porém, é importante escolher sempre as melhores marcas, afinal, quando se trata da segurança da sua residência, é necessário contar com quem realmente entende do assunto.

Gostou do artigo? Então, que tal continuar se aprofundando no tema e conferir o nosso texto sobre como monitorar a sua residência utilizando o navegador do seu pc?

Related posts

Deixe uma resposta

Required fields are marked *